terça-feira, 10 de novembro de 2020

Especialização

 

    Este comentário merece um Post dedicado. Isto, para mim, é dos aspectos mais fundamentais no trading em futebol. Seja para puntraders (traders que usam posições muito longas e muito assentes em leitura de jogo), seja para traders de posições mais curtas/estratégias mais planas.

    Ao longo dos anos sempre defendi a ideia de nos especializarmos em algumas equipas. Atenção, não quer isto dizer que esta é a única forma de fazer trading com sucesso. Há pessoas que fazem 10 jogos num dia e têm lucro! Mas uma coisa posso garantir. A strike rate (taxa de acerto) dessas pessoas em cada trade não é tão elevada como a strike rate de quem conhece 7 ou 8 equipas como a palma da sua mão e, claro, sabe o que está a fazer. A variância é um fator determinante para mim no trading em futebol. Por exemplo, é possível ganhar dinheiro com uma estratégia que proporcione estes resultados:

+12 +8 -8 -8 +12 +8 +7 +9 -10 -10 -12 -14 -6 +12 +17 +11 = +28% positivo


Mas reparem naquela série de 4 ou 5 reds seguidos. Se vocês dependerem do dinheiro do trading, sentem-se bem com fases más daquelas? Mesmo sabendo que a longo prazo estão no lucro, o aspecto mental vai ser sempre um pouco mais afetado do que se, por exemplo, tiverem uma folha assim:

+8 +12 +7 -12 +6 +4 +9 -12 = 22% positivo

Metade dos jogos feitos, maior strike rate, lucro muito idêntico, variância muito menor. Isto é o fruto de uma especialização. Trabalham menos jogos, mas conhecem todas as variantes e mais algumas das equipas que trabalham, e isso permite-vos ter uma taxa de acerto nos vossos trades, acima da média.


Lembrem-se, por melhores que vocês ou outros traders sejam a ler um jogo de futebol naquele momento, aquele que conhece melhor a equipa vai sair por cima. Atacar mais, não é sinónimo de ganhar mais jogos. Defender mais não é sinónimo de os perder. Jogar com posse de bola e pressão alta não é sinónimo de ganhar mais, jogar em contra-ataque e com linhas baixas não é sinónimo de perder mais. Jogar com bola longa na frente não é sinónimo de falta de qualidade, pode ser estratégia e é válida como outra qualquer. Sinto que muitos traders têm ideias pré-concebidas sobre formas de jogar futebol e actuam no mercado de acordo com isso, o que depois se reflete em resultados com imensa variância. Tal como vejo traders que estudam a fundo 7 ou 8 equipas, e já sabem que naquele dia essa equipa não vai levar nada do jogo, porque já viram aquele filme acontecer 20 vezes.


Um abraço e boa pausa a todos!

3 comentários:

  1. Belo post Daniel obrigado.

    Gostaria de saber como perder o medo de entrar no mercado? Nao sei se você assistiu o jogo do Brasil ontem contra o Peru, este padrão de jogo que um time só ataca de forma mt lenta e o outro so se defende para contra ataque. pra minha leitura compesaria o lay ht ao superfavorito pois acredito que o gol so vai vir de cruzamento , escanteio ou chute fora da área, porem nao entro no mercado com medo de tomar um gol.

    Vi 4 jogos neste padrão que assisti as 4 entradas teriam batido. Porem nao entrei pois nao sei se é bom entrar para ficar o HT todo ou se é melhor pegar 10% e cair fora.
    O que você acha que é melhor fazer?

    ResponderEliminar
  2. Que bom que voltou
    Fico feliz, em relação ao curso vai ter novas aulas?

    ResponderEliminar
  3. Olá Daniel, penso que o valor para a malta estava na tua análise das equipas, dos jogos e de como abordaste o jogo a nível de trading, pois permitia nos fazer o comparativo com as nossas ideias e decisões no nosso trading. Não precisas de mostrar valores de greens ou reds. Um abraço

    ResponderEliminar